Tempo de luta

tempo

Para tudo na vida há um tempo. Já diz uma passagem da bíblia que gosto muito. Não que eu tenha  grande interesse nela, me perdoem os crédulos. Mas este trecho que vim a conhecer em uma música ( Turn, Turn, Turn- The Byrds) foi retirado do livro de Eclesiastes ( 3: 1-8) :

Para tudo há um momento, e tempo para cada coisa sob o céu:

Tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou;

Tempo de matar e tempo de curar; tempo de destruir e tempo de construir;

Tempo de chorar e tempo de rir; tempo de lamentar e tempo de dançar;

Tempo de atirar pedras e tempo de juntar pedras; tempo de abraçar e tempo de evitar o abraço;

Tempo de procurar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de jogar fora;

Tempo de rasgar e tempo de costurar; tempo de calar e tempo de falar;

Tempo de amar e tempo de odiar; tempo de guerra e tempo de paz.

Ou mais ou menos isto, pela net afora , há várias versões. Não sou religiosa, não sigo nenhuma seita, mas tenho minha espiritualidade, deixando bem claro a minha falta de interesse como falei acima. Existem passagens lindas como esta citada e na música ficou mais bela ainda, assistam o vídeo indicado ao final.  Acredito, porém,  que as traduções se perderam ao longo dos séculos e as interpretações forjadas me causaram uma preguiça gigante em querer discutir o evangelho aqui. Pulemos esta parte então. O que quero frisar é que estes versos vem bem a calhar com a situação que vivemos em nosso país atualmente.  Empresto eles um pouquinho para enfeitar este texto pois política também não é o meu forte,  mas como brasileira que sou não poderia deixar passar em branco este momento histórico em que vivemos.

Eu nunca fui uma nacionalista nata destas de venerar carnaval, futebol e tradições afins. Mas meu coração se enche de orgulho do nosso povo que está indo para as ruas brigar pelo nem sabem o quê como dizem muitos. Existe um descontentamento no ar e talvez não haja foco como dizem outros visto tanto os problemas que assolam nosso país. Mas o povo está indo para a rua, tirando a bunda do sofá, saindo da frente da TV e do computador como sempre foram acusados, e  indo reclamar, pedir, bradar.  Graças a este grito, estamos sendo ouvidos. Ontem foi derrubada pela câmara dos deputados a PEC 37 , que nem vou me estender aqui em explicar o que é, de tão carecas que estamos em  ouvir falar nela nos últimos dias, mas como quem escreve também tem a obrigação em informar, vai lá:   a proposta de emenda constitucional que tirava poderes de investigação do Ministério Público. Não é uma vitória? Só o fato de fazermos os deputados trabalharem madrugada adentro já é motivo de feriado nacional.  Brincadeiras a parte, isto é muito, muito bom. É sensacional. Eu mesma, estou em êxtase. Parece que  enfim entendemos que somos mais fortes, isto eu nunca tive dúvida, mas somado à voz do povo, juntos, ganhamos confiança, auto estima elevada e o principal: orgulho de nós como nação.

Tempo de guerra e tempo de paz.  Destoando  um pouquinho do trecho , vivemos dois tempos simultâneos. Tempo de guerrear pelos nossos direitos, pelo nosso futuro e gerações vindouras, mas pacificamente como pede a grande maioria. Repudio os atos de vandalismo, totalmente primitivos e desnecessários. A nossa voz é a arma mais forte e formando um imenso coral então, ela é imbatível.

http://www.youtube.com/watch?v=iUT4QpHcWGI

Foto Google.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s