O velho e bom Natal

Talvez este não seja bem o natal planejado e o velho sonho de pelo menos passar um natal em glamour ainda não seja desta vez. Ter que aguentar os parentes inconvenientes com suas perguntas chatas e indiretas cortantes mais um ano e ser o alvo predileto de frustrados de plantão não estava sendo aguardado ansiosamente nos rabiscos da última folhinha do ano. Mesmo que sua vontade seja a de subir em cima da mesa e gritar para todos quanto você ganha, há quanto tempo não transa e sim você já teve um relacionamento homossexual , satisfazendo assim a curiosidade mórbida e evitando um monte de perguntas cretinas durante toda a noite, mesmo isto ainda é melhor quê. Você teve que trabalhar até o meio dia pois o estulto do seu chefe , insensível aos seus argumentos de que não teria nada para se fazer em uma manhã véspera de feriado e não dando o braço a torcer mesmo com você lá batendo a tampa da caneta insistentemente sobre a mesa por horas como em um protesto mudo e raivoso. Você saiu fula da vida e teve que esperar quase uma hora para o seu ônibus passar porque sim, hoje é véspera de feriado, e sim, os ônibus tiveram seus horários reduzidos pois pela lógica, muitos emendaram o feriadão, não necessitando do meio de transporte coletivo e esta constatação fez você emanar uma nova descarga de ódio ao seu patrão, mesmo que involuntariamente, visto que você é uma pessoa do bem. Humana, todavia. Você teve que passar uma vez mais no supermercado mesmo tendo perdido três horas lá dentro no dia anterior providenciando toda a lista de compras. Você teve que ainda voar ao shopping center para comprar uma lembrancinha para o amigo do irmão da namorada de seu primo que foi incluído de última hora na lista de convidados da ceia, que claro, será em sua casa. Você chegou em casa acalorada, suada, despenteada e encontrou ela em pé de guerra, casa esta que você passou todo o final de semana anterior faxinando e todos os dias da curta semana retocando. Você teve que dar banho nas crianças, passar a roupa do maridão, descascar batatas em profusão, empacotar mais presentes ( de onde eles surgem?) Ah, claro, dos intervalos de almoço e fugidinhas ao fim do expediente. Você teve que desmarcar a hora na manicure e o cabelo levou apenas um jato rápido de secador pois há comida a se preparar, uma ave para assar, convidados a esperar, sorrisos a distribuir, caridade para se fazer, crianças a se olhar, todo o amor do mundo para se demonstrar, afinal é natal. Mas eu garanto, tudo isto ainda é melhor quê. Se o seu natal não é o natal dos seus sonhos eu repito, se você trocaria a sua mesa com louças de todas as cores por uma festa em um restaurante badalado, a sua família todinha por uma ceia em Nova York e o seu cunhado beberrão pelo abraço do Mickey Mouse na Disney, lembre-se que ainda assim, é melhor quê.  Ouvimos muito em autoajuda que não devemos nos acostumar com o que não nos faz felizes. Concordo desde que a situação seja realmente aflitiva, triste e sufocante. Ficar fantasiando com o que não se tem e achar que tudo o mais é melhor do que você possui é deplorável. Talvez seu marido não seja o Brad Pitt e não consiga a levar para um jantar romântico em Paris mas com certeza mesmo aquele presente tosco que ele lhe comprou foi dado com o coração dentro do que ele melhor pode conceber. Talvez a ceia não tenha quitutes finos, que diabos, as nozes e amêndoas estão pela hora da morte este ano, mas todos repetirão seu arroz a grega, receita do Mais Você. Talvez seus parentes também não sejam os mais refinados do mundo, mas ainda assim são os seus familiares e que lhe apoiarão quando precisares. Isto é o que se espera, pelo menos. Ainda assim é melhor do que se passar só, sem ninguém, sem esperanças, sem capacidade de sonhar.  A vida é nuvem passageira, já dizia uma música (brega) e no natal seguinte muitos dos que criticamos hoje podem não estar mais conosco. Então, aproveitamos os nossos e aproveitamos o que temos, ainda que o brinde seja em taças de plastico, a farofa com uvas passa e a salada de batatas com maionese Hellmann’s. Ainda assim é melhor do que sem. Feliz Natal!

stress-fim-de-ano (1)

Foto Google.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s