Memória de Natal

Não, não foram sinais precoces de decoração natalina pois ainda não os vi, apesar de quê, basta fazer as contas com os dedos de uma só mão para saber que eles não tardam a se mostrar. O que me fez lembrar da época que nos deixa mais “sentimentalóides” foi um conto que li hoje , de Truman Capote, escrito em 1956 entitulado “Memória de Natal”.

Dizem que um bom texto, um bom livro, não é aquele avaliado em seu momento derradeiro, em suas palavras finais. Um bom escrito é aquele que faz seu coração enternecer já à primeira página, e de enternecido passa a bater avassaladoramente, para voltar quase que no mesmo instante a ficar pequenininho, pequenininho,engrandecendo em um repente a ponto de não caber mais no peito e transbordar em lágrimas correntes.

Meu relato pode até carregar um tanto de exagero àqueles que não vêem a vida da mesma forma póética que a vejo (como fazem?), mas foi exatamente isto o que senti ao ler suas palavras. Um misto de euforia com tristeza. Uma nostalgia. Melancolia em letrinhas miúdas.

Cometeria um pecado imperdoável aqui se tentasse resumir o conto. Fico tentada tão somente a deixar-lhes uma provinha contendo: bolo de frutas, uma amizade verdadeira, os anos 30, uma Terrier corajosa, uma velha casa com um belo forno preto. Tangerinas japonesas, se ainda me concedem a atenção.

Deveria ter devolvido o livro hoje para a sua estante na biblioteca. Não o fiz. Quis trazer uma vez mais Buddy e sua amiga para casa. Quis saborear cada palavra. Quis lamentar a cada página devorada ( o fim eminente), quis suspirar ao final com muita , muita saudade. Saudade nem sei do quê. Talvez devesse contar desta minha impressão mais próximo a data, mas não gosto de esperar. Tenho urgência em viver. Não deixemos os Natais para depois. Sempre é tempo de Natal. Sempre é tempo de bolos de frutas e pipas ao céu. Assim é viver. E é assim, é assim que um bom livro deve ser.

( Memória de Natal (1956) é o terceiro conto que encerra a obra Bonequinha de Luxo- Truman Capote- (Breakfast at Tiffany’s) ,uma história auto biográfica, dizem.

natal
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s