Cartão ponto

Sentada à minha frente
Olhar meigo, sorriso inocente
Pernas desimpedidas
Sonhadoramente esquecidas
Ela sádica
Eu masoquista
Eu razão
Ela sentimento
Neste estranho ritual de conquista
o silêncio quebrado apenas
pelo som dos apontamentos
Aos finais olhava os ponteiros
Sedento pela semana
Febril pelo batente
No vai e vêm da tinteiro
Eu ditador
Ela obediente.
Eu rígido
Ela sacana.

beijapc3a9

Na hora do almoço
Um operário sozinho
O que passará com este andarilho
Talvez anseie por companhia
Talvez ensaie uma revoada
Pobre passarinho..
Suspiro da minha gaiola envidraçada.

passarinho 2.....

Vitrine

Uns promovem o corpo
Outros a mente
Outros a índole
Tudo é vaidade
Neste carrossel insano
Somente minha loucura
acompanhada da solidão
Me tomam por companheira
E mesmo nós, rodamos cobertas
Por um falso manto de humildade.

Da Interpretação

Da interpretação:

Se pegares a dialética andando
Escapulindo “ela está puta”
Veja pela lógica poética:
pode tratar-se somente
de uma fúria mal contida
e bem sabemos que quando irosa
Uma mulher P da vida
Bate o pé, resoluta
fica louca de raivosa
Não tem Cristo que convença
Fica cega, surda e…puta.

Portanto, por recomendação:
Do contexto, o entendimento
Poupa-lhe em aborrecimento
E faz bem a dentição

Da Criação

O Senhor fez então o firmamento¹
e para colorir a imensidão
Criou os pássaros, lamentando-se em um primeiro momento
de não fazê-lo por primazia
Tão bela, perfeita e pura
resultou sua criação
No entanto, passado o tal arrependimento
viu Deus que ficou bom
Assim mesmo, em harmonia
primeiro os céus
Depois os anjos
vejam que em nenhum momento
Citou ele a clausura.

1- Passaram-se a tarde e a manhã; esse foi o quinto dia.

liberty

Temperos

Que segredos esconder-se-ão
no sorriso desta moça brejeira
Por trás destes tantos temperos
envolta por aromas e cheiros
O gengibre, o tomilho, a cidreira
O anis, a hortelã, o açafrão.

Que segredos esconder-se-ão
por trás destes sentimentos
Disfarçados em condimentos
cada porção, cada pitada

O Cardamomo, a noz moscada
o Coentro, o manjericão.

Da pimenta a erva doce
Do louro ao alecrim
Ah, se teus sabores a mim
Confiados
Devolveria-os ainda mais acentuados
E em troca destas especiarias:
Os teus segredos revelados.

poçoes